Ilha Record – Saiba as dinâmicas, prêmios e outras informações

Ilha Record – Saiba as dinâmicas, prêmios e outras informações

As gravações do reality aconteceram em Paraty, no litoral do Rio de Janeiro e seguiram todos os protocolos de segurança para Covid-19 já adotados em outros realities da emissora, como isolamento do elenco antes do início das filmagens, realização constante de testes, além do uso de equipamentos de proteção individual e higienização do local.


Durante o jogo, os “exploradores” ficam hospedados em uma “Vila”, dividida em três áreas: dormitórios: onde existem acomodações confortáveis para todos; convivência: com cozinha, espaço para refeições e sala de estar, além da área de eventos, onde ocorrem as festas e demais atividades.


Outro local importante da competição é o “Exílio”. Essa caverna conta com diversos monitores, onde os “exploradores” que estão fora do jogo acompanham e debatem tudo o que acontece na disputa. Além disso, esses exilados vão interferir diretamente no jogo, decidindo e escolhendo poderes e dilemas para os exploradores da Vila. Por isso, mesmo fora do páreo, eles são fundamentais para influenciarem na mecânica do reality show. Além disso, os exilados convivem 24 horas por dia na caverna, o que traz à tona brigas e discussões como em qualquer confinamento.
A “Arena” é o local onde os exploradores vão lutar pela permanência no jogo, nos chamados “Desafios de Sobrevivência”. E é no” Campo de Provas” que acontecem as “Provas em equipe”.


DINÂMICA


Durante essa jornada, os participantes, que são chamados de “exploradores”, enfrentam Provas em Equipe, Votações, Desafios de Sobrevivência e Eliminações. Mas os que forem eliminados não saem da atração, eles são mandados para o “Exílio”, onde acompanharão o que acontecerá na disputa, com a chance de interferirem diretamente no jogo.
Segundo Rodrigo Carelli, “Nesse reality show tem manipulação, mas por conta dos exilados. Os eliminados não são eliminados, são exilados e podem participar do jogo por meio dali. Eles vão poder definir algumas coisas. É um reality que tem desafios físicos, mas não é um perrengue. Não tem limites. As pessoas vão poder ficar tranquilas, confortáveis e o foco é na competição”.


Já os vitoriosos precisam juntar pedaços do mapa do tesouro ao longo da temporada. Além disso, eles recebem visitas constantes do “Guardião”: o misterioso habitante da Ilha. Ele é o protetor do tesouro e tem a missão de garantir que ele vá parar nas mãos de quem realmente merece. Uma peculiaridade é que ele não fala, mas pode interromper o jogo a qualquer momento. O Guardião sempre aparece trazendo alguma mensagem que pode botar fogo na disputa.


PROVA EM EQUIPE E DESAFIO DE SOBREVIVÊNCIA


Na Prova em Equipe que os exploradores vão conquistando os pedaços do mapa do tesouro. Antes da prova iniciar, todos eles se reúnem e formam as duas equipes (Esmeralda e Rubi), através de dinâmicas diferentes a cada semana. Depois de formar as equipes, eles disputam a prova.


As provas misturam aventura, inteligência, capacidade física e trabalho em equipe. O comandante da equipe vencedora escolhe quem fica com os pedaços do “Mapa do Tesouro”, que são de dois a quatro pedaços por prova.  A vitória na prova, além dos pedaços do mapa, dá para a equipe vencedora um bônus para eles relaxarem e curtirem a praia, enquanto a equipe adversária fica na Vila.


Os competidores também vão poder desfrutar de uma festa semanal. Seja qual for o resultado da prova, todos vão curtir a festa daquele ciclo.


Após a prova em equipe, chega a hora da votação para saber quem vai encarar o “Desafio de Sobrevivência“. Primeiro, o Comandante vencedor do ciclo indica um explorador pra ir direto ao “Desafio de Sobrevivência”. Depois todos votam. Os exploradores da equipe vencedora podem votar em qualquer um, já os da equipe perdedora só podem votar entre si. O mais votado é o segundo indicado ao desafio de sobrevivência do ciclo. Em caso de empate, cabe ao comandante da equipe vencedora decidir o resultado.


O “Desafio de Sobrevivência” vale a permanência no jogo. Quem vencer, segue na disputa. Mas, quem perder, sai da Arena direto pro Exílio, a bordo do barco do Guardião. Antes de partir, o perdedor indica para quem deixará seus pedaços do mapa, mas o vencedor faz o que quiser com eles.


A FINAL DO PROGRAMA


No último ciclo, uma prova especial vai decidir quem serão os finalistas da temporada. Após isso, eles poderão escolher mais dois ajudantes para levar junto à caça ao tesouro. 
Antes de partir pra ilha, os finalistas juntam todos os pedaços do mapa que acumularam durante a temporada e montam, pela primeira vez, o grande mapa do tesouro. Esse mapa indica onde estão escondidos os 35 baús contendo pedras preciosas.


Cada pedaço do mapa acumulado pelo finalista dará direito a um desses baús e essa escolha será feita no momento da montagem do mapa.


No dia seguinte, os finalistas e seus ajudantes partem para a ilha do tesouro. Lá, eles devem acumular o máximo de baús possíveis para depois, ao vivo, descobrirem quanto vale o tesouro acumulado. 


Quem fizer mais pontos será o campeão! A abertura e contagem do tesouro vai ficar para o episódio final. O resultado será anunciado ao vivo por Sabrina Sato. Com a contagem feita, será revelado o grande campeão da temporada.


Durante a transmissão da grande final, uma votação acontecerá no portal R7 para definir o explorador favorito do público. Em paralelo, outra votação no mesmo portal vai decidir quanto vale cada uma das três cores diferentes de pedras preciosas que os “exploradores” vão encontrar dentro dos baús. No palco, os finalistas vão ver juntos a contagem de cada tesouro, feita no dia da gravação do penúltimo programa.


PRÊMIOS


No dia da grande decisão, que será transmitida ao vivo, os finalistas vão abrir os baús: quem fizer mais pontos nessa caça ao tesouro vai levar o grande prêmio de R$ 500 mil. E mais: o participante preferido do público ganhará R$ 250 mil. Outros prêmios também serão distribuídos durante a temporada.

Deixe um comentário